quarta-feira, 20 de junho de 2012

Fim

Dei alta pra minha psicóloga, decifrei segredos indecifráveis e a verdade verdadeira se sobrepôs ao que eu achava real. Tomei o chá da consciência, da resplandecência e tudo o que eu queria saber se materializou diante dos meus olhos e das sensações.

Eu morri, me matei, transformei-me em luz, flechei minha escuridão e o que era estigma se desfez em pó, de modo que, ao me olhar, olhei o todo e não me sinto mais ensimesmado e necessitado de cantar-me auto exaltação... tudo é tão pequeno e efêmero diante do que é.

E é! Existe!

Portanto, hoje abandono meu blog como abandono o eu que ficou, que está ficando, símbolo do meu ego e do meu passado, criado à partir de outras questões em outra época, enterro aqui uma era e começo uma nova, iluminada.

A criação, partida da essência do ser para um bem maior será trabalhada e você poderá me encontrar no

http://criadoescrito.blogspot.com.br/


onde o eu existe, sem outros eus ou eus mascarados de psicologia egocêntrica.

E o que fica, fica, muita luz e mudanças para o que vem...

vem...

vem...

vem...

VEM...!

[Evoé] 

4 comentários:

  1. Então... te vejo no outro blog! Inté!

    ResponderExcluir
  2. Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
    Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
    Ficarei radiante se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, saiba que sempre retribuo seguido também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
    Sou António Batalha.

    ResponderExcluir

Comentários são úteis e inúteis, faça o seu...